«Às vezes é preciso deixar ir…»

garota-com-balao_1294_1280x1024.jpgChegados a este momento do ano damos por nós a fazer balanços de vida e a pensar no que correu bem e no que poderíamos simplesmente deixar para trás. Como pessoa interessada que sou pelo Feng shui, corrente de pensamento oriental que sustenta o equilíbrio e a harmonização das energias nos espaços, acredito que de vez em quando é preciso fazer uma limpeza a fundo nas nossas gavetas mentais, no nosso estado emocional e verificar o que está a mais, fazer uma triagem do que já não nos faz falta, para libertar e renovar a energia dos espaços e dos ambientes internos.

A proposta que te faço hoje é que faças comigo este exercício, para poderes eliminar todos os resíduos que estão a empoeirar o teu fluxo energético. Podemos chamar-lhe quase uma meditação, um diálogo interior que poderás ter contigo mesmo, pois só tu saberás o destino a dar ao que te incomoda e ao que está a travar o teu desenvolvimento.

Fecha os olhos, respira fundo, bem fundo para poderes entrar em sintonia contigo mesmo e imagina que tens um balão vermelho na mão, onde vais colocar tudo o que sentes que já não está em harmonia contigo e te desequilibrou ao longo deste último ano.

Nele poderás colocar:

– Todas as falsas ilusões e expetativas goradas em que acreditaste e verificaste que só te puxaram para baixo e fizeram ruir os castelos de areia que construíste, sem os devidos alicerces na sua base, que lhe dessem consistência.

– As lágrimas que verteste em vão por quem nunca te mereceu ou valorizou.

— Os julgamentos errados que fizeste dos outros e dos seus modos de vida, apenas por serem diferentes dos teus.

– A inveja, a ganância pelos bens materiais, que te obrigaram a trabalhar horas a mais, pela desmedida competição com os teus pares, privando-te de passares mais tempo com a tua família, fazendo de ti um escravo do consumo e do que podes ter.

– O apego em relacionamentos sofríveis e instáveis, gastos e consumidos pelo ciúme, pela perseguição, pela morbidez do controlo emocional, em que te abandonas e esqueces de quem és.

– Os falsos amigos que já não fazem sentido na tua vida, que te enganaram, te mentiram, fingindo ser alguém que não reconheces, nem sabes quem é. Se não te acrescenta valor, para quê manter?

– Os sugadores de energia que te vomitam a sua vitimização e os seus problemas inundados em ego, que são sempre mais importantes que os teus, e não te deixam partilhar quem és, no que acreditas, e o que te realiza.

– Todos os relacionamentos tóxicos, de dependência física e emocional, descartáveis, que te anulam como pessoa e te impedem de crescer e de encontrares alguém que te complete e acrescente.

-Os sonhos que do nada se transformaram em pesadelo, as agonias, os desgostos, as saudades, as tristezas, a melancolia dos dias carregados, a solidão, o desânimo e a falta de inspiração para fazeres mais e melhor.

– Os padrões de comportamento antigos que teimas em repetir vezes e vezes sem conta, arrastando-te para os mesmos resultados, as mesmas frustrações, erros e consequências de sempre.

– As crenças que te limitam e que te dizem coisas que não és, nem acreditas verdadeiramente, impedindo-te  que reveles a determinação e confiança  necessária para poderes chegar mais longe e sentir orgulho de quem és.

Coloca neste balão todos os maus pensamentos e liberta-te deles. Depois larga o cordel que prende o balão e seguras na tua mão e deixa-o ir, vê-o a voar bem alto, cada vez a uma distância maior, cada vez mais longe de ti, e sente-te leve, como se toda a tua pesada carga negativa que transportavas às costas se fosse afastando aos poucos de ti…dando lugar a um céu mais azul, com um brilhante arco-íris que te faz de novo acreditar que sim, tu és capaz!

Experimenta soltar o balão, pois às vezes a única solução que tens, é mesmo deixá-lo ir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s