A Lei do Contágio Positivo

Pensamentos-positivos.jpg

Nos últimos tempos tenho tentado aplicar a lei do contágio positivo, se não todos os dias, todas as semanas e de repente percebi que isto podia ter efeitos fantásticos, não só em mim, mas sobretudo nos outros e é algo tão simples de fazer, que não me rouba tempo nenhum, apenas disponibilidade e vontade de colorir o dia de quem está a precisa de um reforço positivo. O segredo é ser-se sempre verdadeiro, não apenas porque parece bem, sem segundas intenções, mas porque sinto que me faz sentido fazê-lo.

Então vou partilhar contigo a minha lei do contágio positivo. Todos os dias coloco na minha página do Facebook, Mad About Dreams, algo que possa fazer os outros refletir e sentirem-se logo pela manhã em estado de positividade, seja através das imagens que lá coloco, da mensagem da manhã, do imput que lhe carrego. Deste modo estou a potenciar o meu estado e estou a distribuir energia positiva pelas redes sociais…Sempre que posso faço um elogio a alguém, enalteço algum aspeto da pessoa a quem se dirige o elogio, que já não oiça há algum tempo ou que já não acredite que seja verdade por uma série de circunstâncias, e isso devolve-lhe um pouco de amor próprio e de autoestima, faz-lhe esboçar um sorriso, tornar os olhos mais expressivos e intensos…então se custa tão pouco, por que não fazê-lo mais vezes? Devolver uma emoção positiva ao outro…nem que seja um sorriso…

Outra coisa que já fazia há algum tempo, mas de forma instintiva, sem me aperceber que poderia estar a ser mesmo positivo, é enviar mensagens positivas para dois ou três amigos ou família diariamente e fazer com que aquelas palavras, aquela imagem, a mensagem produza uma mensagem de afeto, que se traduza em algo como «eu estou aqui para ti, independentemente dos teus problemas, do estado da tua vida, da tua saúde, das tuas angústias, podes contar comigo».

Então a minha proposta para ti é que o faças frequentemente com alguém que acrescente a tua vida, dar um mimo, uma palavra pode fazer toda a diferença na vida de alguém que não está muito bem, e tu sentes que estás de facto a contribuir com a tua amizade, com os recursos que tens para dar…e como vês são tão simples…

Escolhe duas a três pessoas por dia para lhe mandares um excelente dia e umas palavras de apreço. Todos os dias escolhe pessoas diferentes para o fazer, impulsiona-lhes motivação, inspiração, força e alegria. A energia que envias vai ser devolvida para ti, de uma outra forma. Garanto-te que te sentirás bem mais inspirada (o) e alegre depois de o fazeres. Alegria gera alegria, amizade gera amizade, amor gera amor. Eu acredito nos sentimentos positivos geradores de afeto, de prosperidade e abundância. Um coração livre de amarras, é um coração que alberga tudo e todos, não se torna refém de convenções, nem de visões estreitas, nem dogmáticas.

Disposto (a)  a aplicar a lei do contágio positivo?

Um pensamento positivo pela manhã

Hoje é dia de pensamentos positivos, libertar toda a negatividade porque o negativo só atrai coisas ainda piores, numa espiral infinita. Hoje é o dia para dizeres a todos os teus processos negativos para irem “dar uma volta prolongada”…Se fizermos esta intenção todos os dias, estamos a mudar o nosso paradigma e aceitar a imensidão de coisas boas que podem invadir o nosso mundo. Tal como afirma Vera Faria Leal «aprender a pensar é aprender a viver. Se não somos mestres do nosso próprio pensamento, seremos mestres do quê?…» Excelente dia positivo!

10438519_446323745566447_2208198498129290987_n.jpg

 

Aceitação do que vem à nossa vida

recomeçarcrystalvisions

Nos últimos dias tenho refletido muito sobre o que vem à nossa vida e a forma como nos cabe a nós aceitar, digerir ou  então revoltar-nos e tornarmos-nos amargos e de mal com tudo e com todos. É importante aceitar as respostas que a vida nos dá, mesmo que não as entendamos e pensemos :«Porquê?», «Porque é que isto me está a acontecer a mim?», eu até sou esforçada, dedicada, porque é que nunca acontecem as coisas como eu quero??

O melhor é mesmo silenciar, não questionar demais, porque a vida é sábia, e se aquilo que tanto queremos não se realiza, é porque algum mistério encerrra, alguma coisa nos espera para fazer e viver que não pode ser contrariada. Algo que aprendi recentemente é que de nada vale resistir ao que constantemente se coloca à nossa frente…é porque tem de ser vivido, fugir, evitar, só torna a situação mais persistente…por isso, o melhor é deixar fluir. Não aconteceu o que eu queria? Ok, então é porque não era para ser dessa forma, também não podes dizer que não agiste, que não tentaste, apenas a vida te está a responder que há mais opções  para ti que tens de agarrar, ou talvez ainda não tenha chegado o momento certo para determinados passos que queres dar na tua vida.

A história que hoje aqui te deixo  é mesmo para refletires sobre o modo como devemos aceitar o que nos acontece, porque há sempre algo que vai ter repercussões nas nossas escolhas, e como sou uma pessoa espiritual, acredito sempre que “está tudo certo”, e nada acontece na nossa vida ao acaso.

«Um homem muito rico, ao morrer deixou as suas terras aos filhos. Todos eles receberam terras férteis exceto o mais novo, que ficou com um charco inútil para a agricultura. Os seus amigos, entristecidos, lamentaram a injustiça que lhe havia sido feita. Mas ele só lhes disse uma coisa: «Se isto é bom ou mau , só o futuro o dirá.»

No ano seguinte, uma seca impiedosa abateu-se sobre o país e as terras dos seus irmãos foram devastada: as fontes secaram, os pastos ficaram queimados e o gado morreu. Mas o charco do irmão mais novo transformou-se num oásis fértil e belo. Ele enriqueceu e comprou um lindo cavalo branco por um preço elevado. Os seus amigos rejubilaram e organizaram uma festa celebrando a sua «sorte». Mas dele só ouviram uma coisa: «Se é sorte ou azar, só o futuro o dirá».

Poucos dias depois, o cavalo fugiu desaparecendo na floresta. Os seus amigos, aborrecidos, logo disseram: «mas que azar, um cavalo tão caro». Ele respondeu: «Se é azar ou sorte, só o futuro o dirá».

Passados sete dias, o cavalo regressou do bosque trazendo consigo dez magníficos cavalos selvagens. Vieram os amigos para celebrar esta nova riqueza, mas o que ouviram foram as palavras de sempre: «Se é bom ou é mau, ninguém sabe.»

No dia seguinte o seu filho imprudentemente montou um dos cavalos selvagens. O cavalo lançou-o ao chão e ele partiu uma perna. Voltaram os amigos para lamentar o azar. «Se foi azar ou sorte, só o futuro o dirá», repetiu o pai.

Passados poucos dias, chegaram à sua aldeia os soldados do rei para levar os jovens para a guerra que o país travava. Todos os rapazes tiveram que partir menos o seu filho porque tinha uma perna partida. Os amigos festejaram a sua sorte. O pai assistiu a tudo e só disse uma coisa: «Quem saberá a sorte que resulta do azar e o azar que resulta de uma sorte?…»

In: «O Poder do Amor, de Vera Faria Leal

Pensem nesta história e interroguem-se de que modo o azar que surge na vossa vida, não será sorte, e o que parece sorte não será azar? Moral da história, as coisas acontecem-nos sempre por uma razão ainda que não o percebamos…Aceitemos, não vale a pena angústias, nem tristezas…Está sempre tudo certo!

Dois lobos

Vou partilhar convosco uma excelente história que nos faz pensar nisto de alimentarmos pensamentos positivos ou negativos, pois só depende de nós afinal…
«Um velho índio norte-americano conversa com o seu neto. Ele diz ao menino que tem dois lobos dentro dele, lutando um com o outro. O primeiro, é o lobo da paz, do amor e da harmonia. O segundo é o lobo do medo, da ganância e do ódio. «Qual é o que vai vencer, avô?», pergunta a criança. O avô responde: «Aquele que eu alimentar». In: «O Poder do Amor», by Vera Faria Leal.
Pensa nisto.

10363555_446362032229285_6170897631657956075_n

Palestra «Trata o Sucesso por tu» – Com Daniel Sá Nogueira, em Setúbal

Esta noite o auditório do Fórum Luísa Todi, em Setúbal, encheu-se de cor, de alegria, de gente entusiasmada, que decidiu ter um início de noite diferente e ir ouvir um dos mais carismáticos palestrantes motivacionais do nosso país: Daniel Sá Nogueira.

Em Portugal o seu nome está ligado ao livro mais vendido sobre coaching e desenvolvimento pessoal, «Trata a Vida por tu». Daniel é também o  grande responsável pelo interesse cada vez maior das pessoas pelo coaching, pois possui uma empresa, a We Create, que realiza certificações de coaching low cost, o que permite que estes conhecimentos possam chegar a um grande número de pessoas. Além de um propulsor do coaching em Portugal, Daniel é também um entertainer, com um sentido de humor acima da média, encarando as audiências com muita piada, energia e música à mistura, colocando-as a dançar, a bater palmas – no fundo a descontrair e a entrar na sua essência, descomprimindo das tarefas e dos papéis assumidos no seu quotidiano.

A ele deve-se também o maior evento de desenvolvimento pessoal alguma vez realizado no país, quando a 10 de outubro de 2010, resolveu arriscar tudo, contrariar as vozes dissonantes e apresentar um espetáculo absolutamente inovador no Pavilhão Atlântico, atualmente Meo Arena, que levou mais de 6 mil pessoas.

Hoje no Luísa Todo a noite  foi feita para acreditar nos sonhos que julgamos impossíveis de realizar, foi este o mote da palestra intitulada «Trata o Sucesso por Tu». Durante cerca de duas horas e meia este comunicador nato mostrou os seus dotes de animador e incentivador, colocou as pessoas a bater palmas, a dançar e sobretudo a refletir sobre o que andamos a fazer com as nossas vidas, as nossas metas e os nossos maiores desafios no momento atual. Inpirou-nos com o exemplo de vida de Steve Jobs, falou-nos na importância do sucesso nas nossas vidas, seja ele profissional, familiar, relacional, e da combinação fantástica que surge quando tomamos consciência do que somos e do que queremos e entramos em ação em direção ao que pretendemos alcançar.Colocou-nos dúvidas, instigou-nos para chegarmos mais perto do que é importante para nós, apresentou algumas partes do livro «A Única coisa», de Gary Keller e Jay Papasan, e desconstruiu alguns dos mitos associados normalmente ao sucesso.

Que mais dizer? Foi verdadeiramente inspirador, uma lufada de ar fresco, que nos permite caminhar e tentar realizar um melhor percurso em torno do nosso desenvolvimento pessoal.

20160223-0013DSCF0942.JPGDSCF0948.JPGDSCF0951.JPGDSCF0955.JPGDSCF0959.JPGDSCF0961.JPGDSCF0963.JPGDSCF0965.JPG

A palestra terminou com o exemplo de vida de Tony Melendez, um cantor e tocador, que sem braços, tem um dom absolutamente único de encantar quem o ouve tocar e cantar.

Calmaria… relativa :)

calmaria-1-728

Muitos dos que seguem este blogue já se devem ter apercebido que esta semana escrevi menos, bem menos do que o habitual…mas, está tudo bem…apenas o resultado de semanas intensas, e de outras que hão-de vir, e por isso acabei por reagir num estado de hibernação necessário, onde pus as minhas séries televisivas em dia e dediquei o tempo à leitura e a visionar lições online sobre  a Prosperidade.

O tempo frio e chuvoso convidou mais à inatividade, ao sofá, ao conforto do lar, mas para a semana retorna tudo, as sessões de coaching, a preparação do clube de escrita que facilito, ir ver o Daniel Sá Nogueira em Setúbal, espera-me uma semana intensa e agitada, para variar.

Espero poder  aqui deixar o relato da palestra motivacional do Daniel Sá Nogueira, o meu “guru” do coaching em Portugal e dos aspetos que ele irá abordar e nos irá fazer pensar.

Porque o cérebro não quer descansar de todo e quer manter-se sempre ativo, este fim de semana vai ser dedicado a aprender mais técnicas de Programação Neuro-Linguística, PNL, com a Isabel Azevedo, e espero que aquilo que for aprender, dê maior profundidade às minhas sessões de coaching e traga aos meus coachees melhores resultados.

programacao-neurolinguistica-e-a-mente

Bem…depois de refletir um pouco, apesar de não ter tido disposição para escrever no blogue, em virtude do cansaço acumulado, se calhar a semana não foi assim tão calma… apenas menos mexida do que o habitual. 🙂 Eu tenho um lema de vida que é «parar é morrer», mas preciso mesmo ter dias de autêntico relaxamento para carregar a pilha e seguir. Acho que tenho de estabelecer isso como um objetivo, mas nem sempre é possível, devido `às “centenas” de coisas em que me meto.. Por esse motivo, não se admirem se de vez em quando em perder um pouco o fôlego e não escrever aqui tão assiduamente, será por dois motivos ou porque estou “burn out”, ou porque de facto ando em outras frentes… 🙂

Um excelente fim de semana para vocês. Motivem-se com o que vos faz sentir felizes!

Auto-imagem

12744445_443916079140547_2027846606015634904_n.jpg

Veres a tua auto imagem refletida num espelho nem sempre é um exercício fácil, confrontares-te com os teus medos, com as tuas falhas, com as imperfeições que preferes esconder debaixo do tapete para que ninguém veja ou repare. Tu sabes que lá estão, mas escamoteias, finges que não estão lá e os problemas adensam-se, atravessam camadas intransponíveis. Olhar-te nos olhos, trazeres o teu “eu” à consciência é algo que por vezes custa, que pode ferir ou libertar. No coaching é isso que fazes, despes-te dos enredos, das histórias que inventas para ti e para os outros, revelas-te, encaras-te de frente e percebes o que tens de enfrentar para te superar. Nem sempre é um processo fácil, pois contemplar a tua auto imagem é sempre um ato que exige muita coragem, amor e aceitação. O que te posso garantir, é que no final do processo de autoconsciência, tu te sentirás mais dono de ti. Por pouca que seja a mudança que tu sintas, certamente será maior do que ficares a procrastinar e a adiar os teus objetivos, a boicotares o teu desenvolvimento, sustentando crenças que te limitam e impedem de evoluir. Porque o coaching é tudo sobre ação, foco e disciplina, a realização dos teus sonhos só dependem da motivação que sentes para os realizares. Soluções mágicas? Não existem…

Ama-te mais

maxresdefault copy.jpg

Nos últimos dias enchi a página com imagens e estímulos que te inspirassem para o amor, que te fizessem acreditar mais nessa energia mágica que nos move e faz da vida algo maravilhoso. Celebrar os sentimentos, dizer ao outro (a) que o (a) amamos, exprimir isso em gestos e atitudes é de facto algo que nos pode acrescentar, não apenas porque é dia dos namorados e todos esperam isso de nós, mas porque nos vem de dentro essa vontade de nos conectarmos com quem amamos.
Contudo, essa simbiose só poderá ser perfeita se não for uma dependência, uma muleta nas nossas vidas, só faz sentido se nos amarmos em primeiro lugar, independentemente do outro (a), sendo essencial numa primeira instância o amor próprio.
Como diz Vera Faria Leal «Quando cuidamos de nós, quando nos tornamos mais inteiros em nós próprios, as nossas relações tendem a tornar-se relações de pessoas completas, logo, que têm mais para dar uma à outra. Sem o outro já não me perco, pois o meu centro está em mim e é a partir dele que irradio a minha liberdade, a minha verdade, o meu amor. Ninguém pode roubar um sol que já habita dentro de nós. Com o outro me amplio e alcanço mais, como dois sóis à volta dos quais giram os planetas-vida, dançando pelo cosmos a dança do amor divino espiritualizando a condição humana.» In: «O Poder do Amor».
Amem-se mais!

A História de um Beijo mágico

Neste universo imenso de inspirações românticas que o S. Valentim nos proporciona o desafio que vos proponho hoje é o de escreverem um apontamento sobre aquele beijo mágico que fez parar o vosso mundo. Descrevam o momento, viagem no tempo e deixem-se embalar pelas memórias desse beijo apaixonado eterno, que ainda ecoa na vossa memória. Escolhi estas imagens do fim do filme do «Cinema Paraíso», por serem belíssimas, verdadeiramente envolventes e comoventes. Inspirem-se, deixem a caneta rolar, sem críticas, sem julgamentos. Respirem fundo pelo meio, sorriam, chorem se for caso disso, mas sobretudo sintam-se felizes por recordar um momento tão afortunado.

Depois podem sempre compor a história num postal artesanal e se tiverem vontade de partilhar ofereçam-no a quem aquece os vossos corações.

DSCF0926.JPG

Sugestões para o dia dos Namorados

Hoje, tal como já tinha prometido anteriormente, deixo ficar algumas sugestões que podem aproveitar para fazer a dois ou se forem solteiros sós ou com amigos e amigas.

Uma das sugestões que aqui deixo é descobrirem algo mais sobre o coaching e como este pode vos ajudar a viver melhor relacionamentos, a descobrir e superar bloqueios, crenças limitadoras e obstáculos que vos estão a impedir de viver uma felicidade plena.

12661854_525593750958206_7250297224510798888_nRecomendo o Workshop de Coaching de S. Valentim facilitado por Cristina Silva, Master Coach e Formadora, criadora do famoso curso ” O Companheiro Ideal”, no Hotel Ibis do Saldanha, em Lisboa.

Inscrições: margarida.rgmindset@gmail.com

Saliento também as formações na área da sexualidade sagrada, como é o caso do workshop «No Boudoir de Afrodite – Artes de Sedução e Atração para a Mulher», realizado no Espaço B Live, em Lisboa neste fim de semana de 13 e 14 de fevereiro, facilitado por Tamar.

12573692_731105803658300_2327580881640191452_n.jpg

Os conteúdos deste boudoir são os seguintes:

«* O que é ser feminina e mulher: uma constante ou uma variável consoante os tempos?
* A redescoberta do erótico na vida quotidiana e no lar;
* O que é a sedução e a dinâmica sedutora~seduzid@;
* Perfis da sedutora: estudá-los, modelá-los e descobrir o perfil dominante;
* Práticas de consciência e expansão do corpo erótico;
* A beleza física e a extrafísica: Redefinição da auto-imagem e auto-conceitos, com identificação dos atributos pessoais;
* Escrita e diálogos eróticos: da sms à carta de fantasias preliminares; da declaração de conquista à declaração de amor;
* Dicas de beleza e cuidados com o corpo.

*Duração, Data e Horários*
1 dia e meio num total de 10h:
Dia 13/02 – das 10h às 18h, com pausa para almoço entre as 13h30 e as 14h30;
Dia 14/02 – 10h às 13h.

*Valor*
Até dia 05/02 – 70 boudoirs
Entre 06 e 12/02 – 90 boudoirs

*Informações e Inscrições*
omeldadeusa@gmail.com
A inscrição só é válida com a sinalização de 50% do valor da participação. Os dados para sinalização serão fornecidos aquando da solicitação de inscrição.

No fim de semana seguinte de 19, 20 e 21 de fevereiro realiza-se um outro workshop igualmente interessante, este na Natha, Escola Espiritual de Yoga e Tantra, denominado “A Arte do Amor Sagrado”. Trata-se de um curso de fim-de-semana, focado na parte relacional do Tantra, onde serão transmitidas as bases do Tantra e os seus conhecimentos preciosos relativamente à criação de relações amorosas profundas e duradouras, baseadas em Amor, paixão, confiança e cumplicidade. Está concebido para solteiros e casais e é um curso que não envolve nudez, nem qualquer tipo de exercício constrangedor para os participantes.

Para mais informações consulta: http://www.natha.pt/workshop-a-arte-do-amor-sagrado/

12729203_1654633814797304_425174736112220263_n

Por último faço também aqui referência à Terapia Multidimensional, facilitada por Carmen Bento. «A Terapia Multidimensional, também conhecida por Cura pelo Coração, permite curar as varias expressões do nosso ser e faz com que se manifeste uma realidade saudável, feliz e centrada no coração. As equipas de cura multidimensionais que entram em acção trabalham com a energia do coração, da paz, do perdão, respeitando as sensibilidades de cada um».

As sessões decorrerão dia 13 na Botica de S. Jorge, na Póvoa de Santa Iria.

Duração aproximada 75 minutos

Inscrições válidas por marcação prévia para Fátima Morais 914601481 ou Carmen Bento 963599553