Desafio 17 – Recusa ser uma vítima

transferir.png

És daqueles que insistes em apregoar aos quatro ventos os teus infortúnios, as tuas mágoas, os teus ressentimentos e amarguras, que ninguém te respeita, nem te ama como sentes que mereces, que os amigos que te rodeiam são uns falsos, ou és daqueles que abençoa o dia que tem, que dá graças às pequenas coisas que acontecem, que vibra com tudo aquilo que recebe do universo e se sente num constante fluxo de abundância e reciprocidade?

Se te revês no grupo das primeiras pessoas, é importante que pares para pensar no que andas a fazer à tua vida, pois ao insistires na tua vitimização estás a fazer de ti um sujeito passivo, que nunca tem culpa de nada do que te acontece, e é altura de começares a refletir numa perspetiva de causa e efeito, pois nada nos acontece do nada, algo devemos ter feito ou permitido para nos tratarem de determinada maneira, pois os outros só nos tratam do modo que nós deixamos e por vezes nos tratamos. Até porque, como afirma Wayne Dier, “o modo como as pessoas nos tratam é o karma delas, o modo como nós reagimos, é o nosso karma.” Nesse sentido, quanto mais insistires nesse discurso de seres um “desgraçado” (a), mais estás a vibrar num registo de carência, impedindo que a abundância se revele.

O desafio que tenho para ti hoje é que tomes consciência do teu discurso interno e de como o revelas aos outros. Lembra-te que uma pessoa que pretende trilhar pelo caminho da felicidade é uma alguém que se aceita a si e aos outros, que aceita críticas e que sabe contrapor o seu ponto de vista, questionando a sua responsabilidade perante os seus atos e consequências. Neste sentido, o que te peço é que te apercebas do que falas aos outros durante o dia de hoje e que anotes numa folha todas as vezes que deste por ti a fazer queixumes da vida e das pessoas ao teu redor. No fim do dia observa as tuas anotações e faz um exame de consciência que te permita perceber se queres continuar a vestir a pele da vítima e do queixoso (a) ou se queres mostrar-te como alguém que assume a sua quota parte de responsabilidade na vida, com alegria e energia para lutar contra os obstáculos com que te deparas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s