Meditação e escrita

O desafio que te faço hoje é que coloques uma música tranquila que te inspire, feches os olhos e viajes para o teu lugar sagrado, o centro do teu centro. Aí chegada sente as respostas que começam a chegar até ti. Deixa-te estar aí uns instantes e depois quando resolveres que é altura certa, regressa. Abre os olhos, pega num papel e numa caneta e descreve o teu lugar e o que te fez sentir.

1025959__trees_p

Aqui fica o meu testemunho do meu lugar:

«Fecho os lhos no meio da floresta e deixo-me guiar pelos sons da natureza. Desligo os pensamentos, apago as limitações e as minhas crenças negativas e deixo-me fluir pela energia mágica que me invade. Saio de mim para entrar mais profundamente no meu ser, aquele que nada controla, que nada o limita, nem desvia, aquele que é o que é…onde me sinto invadir por uma enorme sensação de paz. Nesse estado não há dúvidas, não há questões, não há certezas, há apenas o estar, o acreditar, o pulsar de um coração que bate e cujas batidas vão tranquilizando mais aquilo que sinto. Nesse lugar iluminado, paraíso celeste, onde simplesmente sou, eu sei que o caminho a fazer é estar mais vezes em sintonia com o “osso oco”, que me liga à transcendentalidade  onde apenas existem incondicionalismos e sentimentos puros e serenos.

Nesse estado de absoluta paz e tranquilidade sei que o que me guia é a fé e a esperança, a vontade de seguir sempre o meu coração e de contribuir com amor e aceitação para o que quero fazer no plano terrestre. Motivar, inspirar, dinamizar, entregar-me ao fluxo criativo da essência, transpor os limites que me negam a superação da minha ação.

Naquele momento, de olhos fechados comunico com os guias que me cercam, que me enviam amor e me tranquilizam o espírito. Sei que nada há a temer, nada há que me impeça de ser feliz e de acreditar que sou capaz de elevar a minha força espiritual a uma outra dimensão, onde todos apenas podemos ser, estar e sentir.»

Depois de escreveres o que vai na alma após a tua meditação, transforma o teu escrito na tua oração pessoal e coloca-a num local visível, ou trá-la contigo, para que te sintas inspirado (a) sempre, e sentires o teu propósito bem consciente, sobretudo naqueles dias em que sentes que o mundo desabou em cima de ti.

Boa experiência!

Ana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s