Tim…tim! À Nossa!

image.jpeg

Durante esta semana vamos começar a fazer os nossos balanços, utilizando a ferramenta do autocoaching. Vamos passar em perspetiva o nosso ano e assinalar as nossas aprendizagens. Se queres entrar neste desafio que te proponho, segue as questões que irei lançar ao longo destas duas semanas. Vamos criar momentos só para nós, para olhar bem para dentro e preparar 2017, para que este seja um grande ano para todos, no que puder depender de nós! Tim tim, à nossa!

Coaching na Praia

Muito grata aos participantes das sessões de coaching, hoje na Praia do Paraíso, que vieram de longe, trouxeram um sorriso, um entusiasmo contagiante para desbravar as suas vidas e partir rumo à maior aventura que é a vida, provas que a juventude hoje também pode ser responsável, interessada e com vontade de construir um futuro melhor. Sinto-me mesmo muito contente por terem vindo. O universo lá sabe destas coisas…! 🙂

20160629-0010.jpegEntre a praia e as sessões houve ainda tempo para fazer uma paragem e começar a pensar no próximo semestre de 2016 e fazer um pouco de autocoching, definindo a área que necessito priorizar na minha vida, em termos de foco e de objetivos.20160629-0001.jpeg

Aproveita este período de calma e tranquilidade, para descansares, sossegar da azáfama e projetar o que precisas ainda realizar e concentrar a tua atenção. Experimenta fazer esse despiste com o exercício da pizza da vida, já disponível aqui em posts anteriores.

Respostas do Desafio do Autoconhecimento: Como é que eu quero estar daqui a 5 anos?

Desafio 14

Esta resposta motivadora pertence a C.P.

«Daqui a 5 anos vejo-me cheia de saúde, com o meu companheiro de vida (que ainda não encontrei), vejo os meus filhos crescidos e na Universidade a seguirem o caminho deles, vejo-me tendo viajado muito pelo mundo (o que sempre desejei fazer e não consigo), vejo-me à mesma no meu trabalho como Secretária, (ainda é cedo para a pré-reforma), vejo-me com os créditos pagos e por isso mais leve financeiramente, vejo prosperidade na minha vida, vejo-me em paz, feliz, vejo-me ainda mais espiritual, mais madura, vejo-me ainda mais sorridente.
Vejo-me num caminho iluminado dando amor aos outros como venho fazendo atualmente, mas muito mais segura de mim, com o meu amor próprio restabelecido, pois não se pode dar aquilo que não se tem.
Vejo-me feliz com o que tenho e com muito amor à vida!!!»

Respostas do Desafio de Autoconhecimento

desafio 1

Mais uma resposta incrível de M.S.
«Três palavras que me definem hoje?
Lutadora,
Isto porque não me limito a sobreviver e a baixar os braços…
Já o fiz em tempos, mas hoje não. Recuso-me mesmo a fazer isso e ser assim.
A vida é magnífica, sensacional e cheia de oportunidades para todos os dias aprendermos e sentirmos coisas novas, por isso, sou grata por tudo o que tenho hoje e luto todos os dias pela minha felicidade e pelas minhas conquistas pessoais a todos os níveis. É assim que me faz sentido e me faz sentir plena. Ao fim do dia, posso estar sem forças, mas no outro dia volto a sentir o mesmo. Viver, Sentir e Amar!!!
Grata,
Grata pelas coisas maravilhosas que tenho na minha vida. Por ter saúde, por ter uma filha maravilhosa e cheia de saúde, lutadora e responsável.
Por viver num pais livre, com muita luz e perto da natureza e do mar. Pela família e pelos valores que me transmitiram, pelos amigos e conhecidos que tenho na minha vida e que estão sempre presentes. E, também por ter pessoas diferentes e menos boas na vida que me ensinam e me dão grandes lições de vida. Pessoas inspiradoras, exemplos de vida e de força que agradeço todos os dias e me fazem lembrar que tenho o mais importante de tudo!!! Saúde, Paz e Amor!!!
Amiga,
Amiga do meu amigo, e ao escrever, dei-me conta que tenho de ser a minha melhor Amiga!!! A verdadeira questão é que nos esquecemos disso a maior parte das vezes. Porque será tão fácil ajudarmos os outros e pensarmos sempre em mil situações para ajudar os outros, e no que respeita a nós, simplesmente nos esquecemos. Gosto muito de ajudar, de ser prestável e ser útil. Ver o brilho nos olhos dos outros ao meu redor e ver a sua felicidade e satisfação.
E ser amiga é estar presente nos bons e principalmente nos maus momentos. É dar um abraço em silêncio, um olhar, um gesto e sossegar a outra pessoa. Apaziguar a sua dor. É dar a mão quando é preciso, mas também ser honesta e direta quando é necessário. Partilhar sorrisos, momentos e lágrimas!!!»

Respostas vencedoras do Desafio de Autocinhecimento: O que é que me Inspira?

desafio 2

Esta resposta é de M. S. e é verdadeiramente inspiradora:

«O QUE ME INSPIRA?

A natureza, o desporto, as pessoas, os livros, a minha filha, a música, as crianças, o sol, a praia e o mar!!!
Engraçado, agora que estou focada no que me inspira, torna-se tudo muito mais claro e fácil de imaginar. E assim o dia torna-se menos cinzento e nada nem ninguém nos pode influenciar.
Adoro o verde dos campos, o cheiro da terra, as cores das flores, o arco-íris, ouvir o som dos pássaros.
Com o desporto, sinto-me em paz e plena. Foco no exercício e no bem-estar que sinto que estou a fazer há minha saúde mental e física!
As pessoas e a sua forma de estar na vida e de ser. Para mim, tem sido uma inesperada descoberta, a partilha de experiências com as pessoas, ouvir as suas histórias, os seus testemunhos. Todos diferentes, mas cada um tem a sua própria beleza!
Os livros são muito inspiradores. Verdadeiras histórias de vida, mensagens, viagens imaginárias, partilhas. Adoro ler e perder-me no tempo. Faz-me sentir acompanhada.
A minha filha inspira-me todos os dias. É uma aprendizagem constante e um verdadeiro exemplo de vida. Uma perspetiva nova de vida e sempre com uma força incrível.
A música faz-me sentir noutro mundo! Viajar no tempo e no espaço! Sentir-me junto a pessoas que identifico com as músicas e uma verdadeira inspiração.
As crianças e o seu sorriso! São verdadeiros tesouros. A sua simplicidade, a honestidade o brilho nos olhos. São uma verdadeira inspiração e que me fazem recordar a minha essência e o que realmente importa na vida e na partilha entre todos!
O sol, a praia e o mar é um misto de sensações muito agradáveis. Um retiro de paz e serenidade. Adoro sentir o calor no corpo, o brilho e luz do sol, o reflexo do sol no mar, o cheiro no mar e o seu som.»