Bucket List para 2016

bucket list

Uma das maneiras de fixarmos os nossos desejos pode ser através de uma bucket list, ou seja uma lista das coisas imperdíveis que gostaríamos de ver realizadas, uma espécie de top 30  que não devemos esquecer e que nos saberá tão bem colocar à frente um visto e pensar: “check!”

Vale a pena perder alguns momentos a fazê-la para que ela nos possa guiar ao longo do ano nas nossas opções e nas nossas escolhas, tal como um fio condutor que não nos deixa desviar do caminho traçado. Não tem a força de um objetivo, funcionando um pouco como um estímulo para alcançarmos os nossos sonhos e desafios pessoais de uma forma mais descontraída, mas por outro lado obriga-nos a pensar no que nos faz feliz e no que gostávamos de fazer nos próximos tempos.

Mas porquê este nome em inglês, bucket list? A origem da palavra é inglesa e vem da expressão kick the buket, que em português significa «bater as botas». Neste sentido, uma bucket list corresponde aos desejos que queremos realizar antes de morrer, e nessa perspetiva direciona-nos para o que pretendemos aproveitar nesta vida.

369c24b972a7bc527a326d58cf980cc6

Se quiseres pega num papel, decora-o à tua maneira e preenche a tua lista, esquecendo impeditivos de tempo ou dinheiro, sê sincero (a) contigo próprio (a) e segue o teu coração e o que te motiva mesmo a fazer nos próximos 12 meses, quer seja aquela viagem há muito desejada, aquele guilty pleasure que vais esquecendo. Liberta a tua imaginação, dá asas à criatividade e let it be

Partilho contigo alguns dos itens da minha lista e fico à espera que possas também  partilhar alguns dos teus comigo.

  • Comemorar o meu aniversário.
  • Fazer uma sessão de massagem e SPA.
  • Ir visitar o templo Budista de Sintra.
  • Ir viajar.
  • Ler mais um livro policial da Camilla Lackberg.
  • Fazer um workshop de escrita criativa.
  • Começar a fazer mais exercício físico.
  • Fazer um retiro de desenvolvimento pessoal/meditação.
  • Ir jantar a um restaurante russo.
  • Ir a um parque de diversões.
  • Ir dançar numa discoteca.
  • Ajudar alguém a atingir os seus objetivos.
  • Preparar-me para fazer o caminho de Santiago de Compostela.
  • Ter aulas de cozinha vegetariana.
  • Fazer um fim de semana cultural.
  • Fazer voluntariado com os mais carenciados.
  • Ir a um concerto.
  • Ir mais vezes ao teatro.
  • Doar sangue no início de junho.
  • Fazer um workshop sobre coaching.
  • Fazer mais amigos.
  • Alimentar o meu pote da gratidão diária ou semanalmente.
  • Ter ideias criativas para o meu blogue.
  • Ir a um baile de Máscaras.
  • Ver o Taj Mahal.
  • Assistir a uma chuva de estrelas cadentes e pedir desejos.
  • Dinamizar sessões de escrita criativa.
  • Fazer um piquenique no verão.
  • Meditar pelo menos 1x por semana.
  • Poupar mais.

Para te inspirares, aconselho-te a ver um filme excelente que tem esse nome mesmo «Bucket List», com Jack Nicholson e Morgan Freeman, para que escolhas viver tudo ao limite, antes do último suspiro.