Carta de agradecimento a 2017

23826026_725321634333322_999850975313740841_o

2017 está prestes a chegar ao fim, a queimar os últimos cartuchos…pedindo um olhar para trás, que percorre 12 meses milagrosos que passaram por mim num ápice e tanto me trouxeram…

Considero que para mim foi uma jornada de alma, de missão e de partilha, abrindo um portal de enorme  fluxo divino em que dei por mim simplesmente a ir atrás das mensagens que me chegavam intuitivamente e me fizeram arregaçar as mangas e fazer…quantas vezes sem questionar se as ideias que me chegavam seriam certas ou erradas, simplesmente aceitando  a os desafios, como algo superior à minha vontade. Quando nos permitimos ser esses canais, as mensagens começam a chegar de uma forma que dificilmente controlamos, e quando vemos, elas chegaram e já concretizámos. Nesse sentido, 2017 foi para o mim um ano verdadeiramente mágico, pois fiz coisas que nem em sonhos eu podia ter imaginado fazer.

Em janeiro decidi criar o Grupo da Mad About Dreams para Mulheres Inspiradoras no Facebook, concluir o meu site e a partir daí tudo se conjugou como peças de puzzle, sendo os estímulos que encontrei para acordar todos os dias inspirada e com vontade de contaminar positivamente mais mulheres, despertando as consciências, a motivação e a liderança pessoal através dos artigos que comecei a escrever nos meus blogues, do site «Mad About Dreams» e «Dreamcatcher», e no site do «Onde Ir», de Sandra Isabel Pereira, das sessões de coaching que facultei e do próprio grupo que dinamizei no facebook.

De estímulo em estímulo, ganhei coragem e comecei cada dia a ir mais longe, saindo da minha confortável esfera, dando mais de mim, em workshops de escrita criativa, sessões de coaching e até de yoga do riso, levando a boa disposição, a criatividade e alegria a várias pessoas. E foi tão gratificante perceber que as horas que levava a conceber, a criar e a facilitar tinham sempre um retorno tão positivo…

17757288_1877217099221408_1779122318144090366_n

Assim, foi sem dúvida o ano do desenvolvimento do chackra da garganta e da exposição pública, o que para uma capricorniana um pouco introspetiva representa muito, palestrando, ensinando e deixando sementes por onde passava, como foi a palestra no Campo Universitário, a 7 de abril, no dia Mundial da Saúde, «Motiva-te e torna-te Inspirador», que constituiu um dos melhores momentos do ano a este nível e um grande teste, e que agradeço à Tatiana Sanches e à Susana Henriques. E também o workshop de Coaching na Câmara do Seixal…

Dia Solidario 2017

Depois vieram os encontros e jantares das mulheres inspiradoras que foram juntando cada vez mais gente e chegaram até ao Porto, onde foi uma verdadeira aventura, com a parceria da Brands in Motions, na pessoa da Isaura Santos. Como a fé não faltou as pessoas certas apareceram naquele dia no Café Rivoli e de um encontro de networking e convívio feminino, surgiu uma oportunidade para muitas mulheres se unirem e seguirem juntas na sua missão de vida, singrando negócios e parcerias e por isso sinto-me afortunada por lhes ter proporcionado esse encontro e ter motivado a criação de um outro grupo virtual que já tem 1581 mulheres inscritas: reencontros- mulheres que se reconhecem.

21730885_1860652670617075_3327960529860787754_n

Fizeram-se muitas parcerias, com o espaço Gira Sol- Terapias em Movimento, na Cruz de Pau, Espírito Reikiano, na Cova da Piedade, com a Cidália Godinho, com a Judite Resende e a Laranja-Desenvolvimento Pessoal, em Lisboa, com a Brands in Motion, a Confraria Vermelha –Livraria de Mulheres, a Shambala no Porto, com a Sofia Vieira, na Selenita, em Fernão Ferro.

Abraçaram-se causas como a causa animal da União Zoófila com o Passeio Solidário na Peninha, com a Cidália Godinho, revertendo os donativos para compra de comida dos animais; contribuiu-se para ajudar os Bombeiros de de Pedrogão Grande, após o trágico incêndio de junho, com a sessão solidária de meditação e Yoga do Riso, que contou com a ajuda da Carla Melo, do Walter Agostinho e da Judite Resende; participou-se no projeto «Doe Sentimentos Positivos», com a Manuela Rocha, do GiraSol- Terapias em Movimento, distribuindo-se corações com mensagens positivas na Baía do Seixal. E como esta vertente foi sempre muito importante criou-se também um grupo no facebook, com esta vertente solidária, designado Mad About Dreams Voluntariado e Solidariedade (https://www.facebook.com/groups/1716401901988293/) que divulga várias ações com o intuito de angariar fundos ou voluntários para ajudar associações sem fins lucrativos.

21034633_687892914742861_7347712452350125040_n

DSCF1742

Um ano em que cheguei ao fim quase sem baterias para carregar, por isso se sentiu no final um certo abrandamento nas atividades, mas que revelou sem dúvida vontade de construir uma diferença, de ajudar e de abraçar muitas pessoas. Um ano em que agradeço do fundo do meu coração a cada pessoa que se cruzou com o meu olhar e me facilitou a realização de muitos sonhos e me fez sentir também uma mulher inspiradora.

Que 2018 seja tão bom como este ano especial! Muitos sonhos! Muitas realizações.

Agradecimentos especiais neste ano de 2017:

Judite Resende – Laranja-Desenvolvimento Pessoal

Manuela Rocha – Gira Sol –Terapias em Movimento

Isaura Santos – Brands in Motion

Ricardo Pombo

Confraria Vermelha- Livraria de Mulheres

Tatiana Sanches

Susana Henriques

Carla Faria – Shambala

Sofia Vieira- Selenita

Carla Melo

Valter Agostinho

Cidália Godinho

Sandra Isabel Pereira – site «Onde Ir»

e a todos e todas que seguem e participam no Projeto da Mad About Dreams.

Anúncios

Hygge- O segredo da felicidade dos Dinamarqueses

 

mw-320

O livro sobre o qual gostaria de vos falar hoje anda nas bocas do mundo, está nos tops de venda, destaca-se nos escaparates das bancas das livrarias, e não é sobre violência, nem sexo, nem histórias de corrupção, mas sobre o conceito de felicidade para os dinamarqueses, que para eles se traduz na palavra «Hygge».

O Livro do Hygge: O Segredo Dinamarquês para ser feliz, de autoria de Meik Wiking, (Presidente do Hapiness Research Institute) revela-nos aspetos simples da vida dinamarquesa, essenciais para a sua qualidade de vida, que não são medidos em termos monetários ou materiais, assentando mais no conforto, na intimidade, no prazer de aspetos do quotidiano partilhados com os outros.

Para os dinamarqueses, hygge «trata de atmosfera e experiência, e não de coisas. Trata de estarmos com os entes queridos. A sensação de estar em casa. A sensação de estar a salvo, escudados do mundo e de podermos baixar a guarda. Podermos ter uma conversa infindável sobre as pequenas ou as grandes coisas da vida- ou apenas estarmos à vontade na companhia silenciosa dos outros- ou ainda estarmos simplesmente sozinhos a apreciar um chá».

Por terem uma qualidade de vida acima da média, e por serem um povo que se nutre socialmente com coisas simples e gostosas, que garantem níveis de bem-estar bastante elevados, a Dinamarca é considerado o país mais feliz da Europa, de acordo com o Relatório sobre a felicidade Mundial de 2016 e outras sondagens e relatórios de anos anteriores.

Entre os aspetos que definem o «hygge» encontram-se os seguintes ingredientes: ambiente, presença, prazer, igualdade, gratidão, harmonia, conforto, tréguas, convívio, refúgio.

_85804889_thinkstockphotos-453196619

Comecemos pelo ambiente. Os dinamarqueses adoram velas, luzes de baixa temperatura, que deem ambiência, evitando espaços com luminosidade muito artificial, que lhes agrida os olhos e lhes produza desconforto. São por isso consumidores natos de velas e de candeeiros de design,  o que confere  às suas casas, ou aos locais que frequentam, um encanto único e especial.

Também o convívio social com a família e amigos é muito importante para os níveis de felicidade dos dinamarqueses. Embora não sejam um povo que goste muito do contacto físico próximo, são extremamente gregários e gostam de viver experiências em grupo, grupo este que não precisa ser muito grande, pois preferem relacionar-se com um número mais restrito de amigos chegados e familiares, o ideal para as pessoas mais introvertidas, que podem assim socializar sem se sentir demasiado expostas. Dentro destes grupos mais íntimos, os dinamarqueses sentem-se em casa e confortáveis, reunindo-se para partilhar refeições, jogar jogos de tabuleiro, conversar, ver a lareira crepitar, cozinhar, beber um copo de vinho quente, ou simplesmente assistir a filmes na televisão. Por terem um clima particularmente frio durante o inverno, esta época é excelente para se viver o hygge, convidando a práticas no conforto do lar, com boa comida, lareiras acesas, velas e mantas.

A comida e a bebida são aspetos também muito importantes para a felicidade desta gente nórdica, pelo que quanto mais suculento e doce for, melhor. Apreciam os sabores intensos, os bolos, o bacon e o vinho quente com especiarias. Faz parte da sua ementa da felicidade as compotas caseiras, os pratos de confeção lenta, os licores que demoram a maturar o sabor, assim como as conservas de alimentos.

A casa e a roupa têm de ser necessariamente confortáveis para serem consideradas hygge, recomendando-se o vestuário por camadas, as meias e camisolas grosas de lã. Na casa, não devem faltar recantos para os sofás, as mantas e as almofadas, que são autênticos refúgios depois de um dia de trabalho.

img_8935

O Natal por ser a época mais fria e escura do ano e também por permitir muitos momentos de partilha de felicidade é considerado o momento mais hygge no calendário dinamarquês, aliando as tradições, a criatividade e o empenho que todos colocam na celebração dessa festa. É o momento ideal para saborear as iguarias, partilhar memórias e reunir a família e os amigos.

A prática da gratidão deste povo vivida no seu quotidiano permite-lhes viver na base do aqui e do agora, aproveitando os prazeres das coisas simples, como seja um bolo de chocolate, o convívio com os filhos, um jogo de tabuleiro com a família, o folhear de um álbum de fotografias. É esta simplicidade presente nas suas vidas, que lhes permite viver em comunhão com o que é mais importante, esquecendo as superficialidades, as futilidades e aparências. Não é preciso parecer, é preciso ser. É por isso que a felicidade pode ser tão simples…

Tendo em conta este exemplo de hygge, faço-vos uma proposta, por que não introduzir mais alguns destes elementos simples nas vossas vidas e parar de complicar tanto? Sejam felizes! Sejam simples!

Hygge.jpg

Dia 28 – Lembrar a Magia

dia-28-lembrar-a-magia
Chegámos ao fim do 28 dia de gratidão com a leitura do livro «Magia», de Rhonda Byrne. Ao longo destes dias, espero que tenhas experimentado o imenso poder da gratidão e que a sua prática continuada tem efeitos mágicos na tua vida.
Hoje o desafio é o de recordarmos as coisas boas que nos sucederam ontem ao longo do dia, podem ser coisas grandes ou pequenas, mas pelas quais te sintas grata. Depois de te lembrares delas, anota-as e diz a palavra mágica obrigada.
Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti. Se realizaste esta prática durante 28 dias já terás escrito 280 bençãos.
2- Lembra-te das bênçãos do dia de ontem e escreve-as.
3- Depois de escreveres as bênçãos de ontem agradece e diz obrigada por elas.
4- Depois de hoje podes fazer esta prática com uma lista escrita, em voz alta ou mentalmente.
5- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra chave: Obrigada!
Espero que tenhas gostado de participar neste desafio e que vejas resultados na sua aplicação no teu dia a dia. Lembra-te que depende de ti viveres uma vida Mágica! Deixa-a entrar!

Dia 27 – O Espelho Mágico

dia 27- o espelho mágico.jpeg

A gratidão hoje é dedicado a ti. Olha-te ao espelho, bem nos olhos, e diz a palavra mágica obrigada, com todo o teu coração. Agradece por seres quem és, por seres como és, sem críticas, nem culpas. Sempre que te vires ao espelho repete o exercício.
Quanto mais gratos formos por quem somos, mais felicidade atraímos e é fantástico!
Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti.
2- Hoje sempre que te vires ao espelho diz obrigada e sente-o verdadeiramente.
3- Enquanto te olhas ao espelho diz três coisas pelas quais estás grata em ti mesma.
4- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra chave: Obrigada!

Dia 26 – Transformar magicamente os erros em bênçãos

dia-26-transformar-os-erros-em-bencaos

                                                             «Transforme as suas feridas em sabedoria» Oprah Winfrey

Como o afirma Rhonda Byrne «todos os erros são uma bênção disfarçada». Nesse sentido a tarefa de hoje consiste em descobrir aspetos positivos nos erros que tens cometido, pois há sempre aspetos neles pelos quais devemos ser gratos.
Hoje pensa num erro que tenhas cometido na vida, sem julgamentos, nem culpas. Seja ele qual for. Depois de escolheres o erro que queres transformar, questiona-te: «- O que aprendi com esse erro?, Que coisas boas derivaram desse erro?»
Se fizeres este questionamento de certo encontrarás não só razões para estares agradecida, como te ajudará a ultrapassar e aceitar as lições inerentes aos erros que cometeste.
Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti.
2- Escolhe 3 um erro que tenhas cometido na vida.
3- Encontra 10 bençãos por que estejas grata em resultado desse erro e escreve-as.
4- Para te ajudar a encontrar as bênçãos , pergunta-te: : «- O que aprendi com esse erro?», «Que coisas boas derivaram desse erro?»
5- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra chave: Obrigada!

Dia 25- Que entre a Magia

dia 25 - que entre a magia.jpeg
«A vida é jovialidade…Temos de brincar para redescobrirmos a magia à nossa volta», Flora Colau, escritora e terapeuta

O dia hoje é uma espécie de um jogo entre ti e o Universo, pois este deixa-te dicas mágicas para sentires gratidão na tua vida. Por exemplo se ouvires uma sirene de uma ambulância, agradece por tu estares bem, se vires alguém com o peso ideal que ambicionas ter, dá graças pelo teu peso ideal. Se vires um casal apaixonado, tens a deixa para agradecer pelo teu companheiro perfeito. Quando fores ao multibanco, agradece pela abundância de dinheiro, quando chegares a casa, dá graças por teres uma casa confortável para viveres. Sente gratidão pelos desejos que desejas realizar e inspira-te com as experiências que este dia te traz. Vale tudo, e quando digo tudo, é mesmo tudo…E que entre a magia!
Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti.
2- Concentra-te naquilo que te rodeia e segue pelo menos 7 deixas recebidas ao longo do dia. 3- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra-chave: Obrigada!

Dia 24 – A Varinha de condão

15420789_563411357191018_2109525811906302563_n

Nesta aventura pela magia da gratidão, Rhonda Byrne convida-nos a pensar neste poder como se fosse uma varinha de condão. Por isso neste momento imagina-te como uma fada madrinha que pode ajudar as outras pessoas em várias áreas da sua vida, seja a nível de saúde, financeiro, amoroso, familiar, etc.
Para que a magia funcione e resolver cada problema das outras pessoas precisas apenas agitar a varinha de condão sobre elas através da tua imaginação. Se a pessoa que queres ajudar tiver problemas de saúde, por exemplo imagina que ela está recuperada e diz a palavra obrigada ao receberes a notícia da sua recuperação. Podes imaginar que a pessoa te telefona ou te dá essa notícia pessoalmente, imagina a tua reação. Podes fazer este processo para qualquer tipo de problema que pretendas ajudar a resolver nas outras pessoas, prosperidade, felicidade…
Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti.
2- Escolhe 3 pessoas de quem gostas e gostarias de ajudar com mais saúde, mais prosperidade ou felicidade, ou as três.
3- Se conseguires arranja uma fotografia de cada uma dessas pessoas (podem ser imagens no computador ou telemóvel, por ex.) e olha para ela enquanto fazes este exercício.
4- Pensa na pessoa, olha para a fotografia e depois fecha os olhos. Imagina que a pessoa recuperou a sua saúde, prosperidade ou felicidade e que estás a receber essa notícia
5- Abre os olhos e diz «Obrigada, obrigada, obrigada pela saúde, ou prosperidade, ou felicidade, conforme o caso, de … Nome da pessoa»
6- Prossegue o mesmo procedimento para as 3 pessoas que escolheste para usares a tua varinha de condão.
7- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra chave: Obrigada!

Dia 23 – O Ar mágico que respira

dia 23 - o ar que respira.jpeg
O dia hoje vai ser dedicado a agradeceres o ar que respiras, algo que nem se dá conta da importância, de tal modo é um processo inconsciente, mas se não houvesse ar na terra como respirarias e manterias a tua sobrevivência?
Por isso hoje pensa como és afortunada em poder respirar e como ele é importante para ti. Cinco vezes no teu dia dá atenção ao ar que respiras e sente-o a mover-se dentro de ti, e sente alegria ao expirá-lo e agradece por teres ar para respirar.
Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti.
2- Cinco vezes, hoje durante o dia toma atenção ao ar que respiras e sente alegria e gratidão por ele.
3- Depois de respirares diz as palavras mágicas «Obrigada pelo ar mágico que respiro».
4- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra chave: Obrigada!

Dia 22 – Perante os seus Olhos

dia-22-perante-os-seus-olhos
Entramos na reta final do desafio da gratidão inspirada no livro «Magia», de Rhonda Byrne e hoje o dia é para ser dedicado aos seus desejos, por isso pega na lista dos dez desejos que criaste e lê cada frase e desejo da tua lista e durante cerca de um minuto imagina ou visualiza que este já se realizou e sente-te grata por isso.
Leva contigo a lista para onde fores e pelo menos duas vezes durante o dia pega nela e sente-te grata pela sua realização.
A partir de hoje anda com a tua lista de desejos na carteira ou na mala e repete várias vezes o ritual anteriormente descrito. À medida que os fores realizando acrescenta outros.
Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti.
2- No início do dia pega na tua Lista de desejos, que já criaste anteriormente.
3- Lê cada um dos desejos, imagina e visualiza que recebeste cada um dos teus desejos e sente-te grata por isso.
4- Leva contigo a tua Lista e em pelo menos duas ocasiões tira a lista e lê-a, sentindo gratidão pela sua realização.
5- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra chave: Obrigada!

Dia 21 – Desfechos Magníficos

dia 21- Desfechos magníficos.jpeg

Este desafio serve para garantirmos os desfechos que pretendemos, pois consiste em agradecer antes de fazermos algo que queremos que corra bem, pode ser uma prova desportiva, uma reunião de trabalho, uma entrevista, um teste, etc. o que quisermos. Podemos utilizar esta prática também quando nos acontece algo surpreendente durante o dia, de modo a atrairmos o melhor para nós.
No início do dia de hoje escolhe 3 situações distintas em que querias ter um desfecho magnífico. Escreve-as e ao fazê-lo imagina que estás a escrever sobre elas depois de ter acontecido.
Obrigado pelo desfecho magnífico de …!

Prática do dia
1- Listar as 10 bençãos do dia de hoje, lê-as e diz para ti mesmo, 3 vezes obrigada. Sente como elas são importantes para ti.
2- Escolhe 3 coisas ou coisas ou situações que são importantes para si e onde quer ter Desfechos Magníficos .
3- Faz uma lista dessas 3 coisas e escreve cada uma delas como se estivesses a escrever depois de ter acontecido. Obrigado pelo desfecho magnífico de… !
4- Ao longo do dia escolhe 3 acontecimentos inesperados que surjam e onde possa ser grato. E faz o mesmo que no exercício anterior.
5- Antes de ires dormir segura a pedra mágica, pensa na melhor coisa que te aconteceu hoje e diz a palavra chave: Obrigada!