Na senda dos sentidos…

Continuamos na senda da contemplação e do bem estar, despertando os nossos cinco sentidos. A minha sugestão hoje é que subas ao topo de uma montanha, de uma serra ou colina, ou a um ponto alto onde possas avistar a imensidão que se estende ao teu redor, sente-te um vencedor, um merecedor por usufruíres desse momento…deixa-te inebriar pela beleza que te rodeia, sente-te grato por tudo o que tens.13876286_504370269761794_524663454606461321_n

Anúncios

O Mar

«-Pai, o que é o mar?
– O mar? Não há coração que aguente a beleza desta extensão azul, que respira aos nossos pés, como um bicho adormecido ou uma alma inquieta. Agora azul, agora calmo, agora convidando-nos a mergulhar, a receber os seus afagos, logo tenebroso, cinzento, verde-escuro, repelindo-nos com fúria, ameaçando-nos com ódio.
O mar.
Cheio de segredos e de seres inacreditáveis, de formas alucinadas ou grotescas, deslumbrantes ou assustadoras. Dono do sal e do peixe, dos tesouros afundados que que avaramente esconde. Tão maravilhoso que os olhos se perdem na sua vastidão até ao horizonte e dá-nos este desejo de partir, esta saudade ao contrário, do que ainda não vivemos. O mar chamando-nos. Tão azul e tão nosso, que todos nos sentimos com direitos adquiridos sobre o seu corpo tentador, desde que uns loucos se atreveram a tentar dominá-lo.
(…)
– Pai, mas o que é o mar?
– Olha para dentro de ti e terás a resposta: tanta água, tanto sal, tanto sonho, tanto mal e tanto bem. O mar é tão profundo e instável como o coração do homem.
– Pai, quero ser barco.»
In: O Livro do Bem-estar, Rosa Lobato de Faria

13925121_504369473095207_4502182542993292415_n

De volta…

Estamos de volta de umas curtas férias que permitiram descansar o corpo e a alma e retemperar energias.
Nos próximos dias os temas que vos trago têm tudo a ver com o momento que vivemos: bem estar e harmonia dos sentidos, apoiada em textos de uma das minhas escritoras preferidas, Rosa Lobato Faria.
Sugiro para hoje que demos atenção ao que vemos, ao que nos rodeia, contemplemos o que nos traz prazer, o que nos encanta o olhar…Eu escolho o mar, por ser nele que encontro o meu lugar de refúgio, a minha paz e a minha serenidade…E tu, qual é o teu lugar de refúgio, o teu porto de abrigo?

13920890_504367613095393_5744962715084615183_n